category: 86
Mulheres reclamam de seleção para agentes - Site do bairro do Barreto

Mulheres reclamam de seleção para agentes

61fdimg9383-165952
Mulheres reclamam de seleção para agentes

Candidatas se queixaram que processo seletivo não levou em consideração a diferença física entre os sexos

O início do processo de exames físicos para a contratação dos 172 agentes que integrarão o Programa Niterói Mais Segura foi marcado pela insatisfação das mulheres que participaram do processo de seleção. Elas se queixaram que homens e mulheres foram submetidos nesta quinta-feira (30) ao mesmo teste: seis flexões em barra fixa e 40 abdominais em um minuto, sem levar em conta a diferença entre os sexos.

A segunda etapa do processo de admissão temporária aconteceu na Cidade da Ordem, no Barreto, e reuniu 426 convocados. No entanto, grande parte das candidatas do sexo feminino foi desclassificada. Embora o edital divulgado no último dia 7 de novembro não aponte distinção de critérios entre os exercícios executados por gênero, muitas candidatas consideraram o procedimento injusto.

“O correto seria estabelecer um tipo de exame para as candidatas femininas e outro para os homens, como acontece em órgãos militares. Após a lista de convocados ser divulgada, muitas de nós treinamos frequentemente para obter resistência e alcançar um bom resultado nesta primeira etapa. Porém, é evidente que os homens estão em vantagem, principalmente nos exercícios de flexões de barra fixa”, alegou a candidata Ana Laura Zamoura, de 25 anos. 

Ao todo 250 pessoas realizaram os exames na parte da manhã e 176 no turno da tarde. Os aprovados serão convocados para participar da segunda etapa dos testes, que acontece hoje, a partir das 7h, na pista de corrida da Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos (Andef), em Rio do Ouro, São Gonçalo. Neste exame, os candidatos serão submetidos a uma corrida rasa de três mil metros no tempo máximo estimado de 15 minutos. De acordo com o presidente da Comissão do Processo Seletivo, Paulo Henrique Moraes, o rigor do critério de avaliação física garante o preparo eficiente dos agentes que irão atuar nas ruas da cidade.

“Geralmente, apenas um terço dos candidatos selecionados é classificado nos testes físicos. Por isso, convocamos um número significativo de inscritos no processo para participar desta etapa, uma vez que contamos com esse elevado quantitativo de reprovações. Estamos agilizando os trâmites para que até a primeira quinzena de dezembro os agentes já estejam nas ruas”, declarou. 

Em nota, a Secretaria de Ordem Pública (Seop) esclareceu que seguiu todos os trâmites legais e aplicou os testes de avaliação de acordo com os requisitos exigidos para as funções. 

Fonte: http://www.ofluminense.com.br