category: 86
Heróis homenageados na Câmara - Site do bairro do Barreto

Heróis homenageados na Câmara

41fc-camara-165071
Heróis homenageados na Câmara

O cabo Azevedo, que participou do resgate das crianças, foi um dos honrados

Os dois policiais militares que resgataram as crianças levadas numa van escolar por criminosos em fuga, na última sexta-feira, no Barreto, foram homenageados na sessão plenária desta terça-feira (15), da Câmara Municipal de Niterói. Acompanhados do comandante do 7º BPM (São Gonçalo), Coronel Ruy França, o cabo Antônio Ricardo Azevedo da Silva e o soldado Renan Cabral de Oliveira Silva foram agraciados com a Moção de Congratulação e Aplauso. A iniciativa foi dos vereadores Renato Cariello (PDT) e Paulo Bagueira (SD).

“A política de enfrentamento não está nos levando a nada. Vamos buscar agir com mais inteligência, evitando mortes dos dois lados e dando à população uma maior sensação de segurança”, disse o comandante, que também recebeu o título de cidadão niteroiense.

“É preciso buscar a integração cada vez maior, e de forma ininterrupta, entre as polícias Civil, Militar, Federal e as guardas municipais, que podem e devem ter papel de grande ajuda no combate à violência”, disse Bagueira.

Além dos dois policiais envolvidos diretamente com o resgate das crianças e do comandante do 7º Batalhão, também receberam moção de aplauso mais oito policiais militares, todos lotados no 12º BPM (Niterói), que deram apoio durante a bem-sucedida operação.

Desabafo – Um dos momentos mais impactantes da sessão plenária desta terça foi o desabafo do vereador Sandro Araújo (PPS), que esteve prestes a renunciar o seu mandato. O parlamentar, que ficou 15 dias licenciado e passou três meses em uma depressão profunda, alega que um dos fatores primordiais para a desistência da renúncia foi uma conversa que teve com o prefeito Rodrigo Neves.

“O prefeito me visitou hoje, pediu para eu ficar. Não é algo pontual de Niterói, mas a política me surpreendeu muito negativamente”.

De acordo com o vereador, apesar de permanecer vereador, “seguirá ainda mais independente, livre do toma lá dá cá que impera na Casa Legislativa”.

Fonte: http://www.ofluminense.com.br